Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Medidas de segurança no trabalho não têm sido suficientes

A dimensão dos trabalhos numa obra como a Transnordestina exige cuidado redobrado com a segurança nas atividades dos funcionários, que se revezam em dois turnos. Mas, na maioria dos casos, as medidas adotadas não têm sido suficientes para evitar acidentes nos canteiros de obras. No dia 18, dois operários morreram nas obras da ferrovia, no trecho localizado no município de Paulistana, no Sul do Piauí. Outros 11 operários ficaram feridos na queda de uma ponte de 40 metros. A construtora Odebrecht diz que criou uma comissão para apurar o acidente e prestar socorro às famílias. Também foi aberto inquérito para apurar falhas na obra. Em meados deste ano, acidentes ocorridos nas usinas do Rio Madeira provocaram a fúria dos operários, que cruzaram os braços por melhorias.

, O Estado de S.Paulo

26 de dezembro de 2010 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.