Medidas para economizar energia em prédios

A iminência de racionamento de energia e os altos valores nas contas de luz estão fazendo com que edifícios residenciais se preocupem em diminuir os gastos com energia elétrica. Diante disso, síndicos de prédios de São Paulo estão tomando medidas para economizar energia. Em um condomínio no bairro da Saúde, avisos fixados dentro do elevador contribuiu para a redução da conta que já foi de R$ 900 para aproximadamente R$ 500. Além da campanha de conscientização, o prédio instalou sensores de presença nas duas garagens do prédio, que acende a luz só quando há alguém no recinto. Só com isso, a conta caiu para cerca de R$ 750.A redução dos valores seguiu com a troca de lâmpadas por modelos mais econômicos e a instalação de minuteiras independentes - equipamento que aciona a iluminação por um pequeno período - no hall de todos os andares. Nos elevadores, há agora um sistema que permite que apenas um elevador seja acionado quando alguém chamar.Para os interessados em economizar energia elétrica como os síndicos, a GE Iluminação irá ministrar cursos para promover a economia de energia elétrica com o uso de lâmpadas mais econômicas e eficientes. O primeiro curso irá começar em maio e o calendário pode ser visto no site da empresa (veja link abaixo). Segundo Guilherme Moura, gerente de desenvolvimento da empresa, haverá desde cursos para donas de casa até para comerciantes e empresários dos setores hospitalar e hoteleiro.Veja mais dicas de como economizar energia elétrica na Cartilha de Economia Doméstica no link abaixo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.