Medidas técnicas já foram tomadas pela companhia

Novas tecnologias vão permitir mais 30 anos para a exploração de potássio em Sergipe, segundo o secretário de Agricultura e Desenvolvimento Rural do Estado, José Macedo Sobral. "Parece que o entendimento entre Petrobrás e Vale já foi encontrado com o governo", disse o secretário.

Fernanda Guimarães, O Estado de S.Paulo

29 de julho de 2011 | 00h00

Segundo ele, o governo de Sergipe já tem pleiteado com o governo federal a viabilização da produção de potássio.

Sobral afirmou que todas as medidas técnicas para a exploração já foram tomadas pela Vale, assim como o estudo de viabilidade, mas faltava a Petrobrás chancelar a ampliação do prazo.

Procurada, a Petrobrás, por meio de sua assessoria de imprensa, disse que não falaria sobre o assunto. Já a Vale disse que não teria tempo hábil para falar, por causa da divulgação de seu resultado trimestral.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.