Medo de desemprego diminuiu, diz pesquisa da CNI

O medo do brasileiro do desemprego diminuiu no segundo trimestre do ano. É o que mostra pesquisa feita pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), segundo a qual o Índice de Medo do Desemprego caiu para 89 pontos em junho último. Esse valor, destaca o documento divulgado hoje pela entidade, é igual ao verificado em setembro de 2008, "quando os efeitos da crise econômica internacional ainda não eram tão pronunciados na economia brasileira".

SANDRA MANFRINI, Agencia Estado

24 de junho de 2009 | 18h55

O indicador registrou uma queda de 8,4% em relação a março deste ano e de 2,7% na comparação com junho de 2008. A pesquisa mostra que o porcentual de pessoas que afirmaram estar com muito medo do desemprego recuou de 30% em março para 22% em junho, o menor porcentual desde setembro de 2008. Já o porcentual de pessoas que afirmaram não estar com medo do desemprego aumentou de 37% para 46%.

O Índice de Medo do Desemprego é elaborado pela CNI a partir de pesquisa de opinião pública de abrangência nacional, junto a 2.002 pessoas. Para esta edição, foram coletadas informações no período de 29 de maio a 1º de junho.

Tudo o que sabemos sobre:
desempregoCNI

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.