Medo do brasileiro de perder o emprego cresce em dezembro

Pesquisa da CNI mostra que o indicador que mede o nível de preocupação com o desemprego avançou 3,7%

LUCI RIBEIRO / BRASÍLIA , O Estado de S.Paulo

14 de dezembro de 2011 | 03h07

O medo do brasileiro de perder o emprego aumentou em dezembro, segundo pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI). O indicador trimestral que mede o nível de preocupação com o desemprego subiu 3,7% este mês em relação ao registrado em setembro. Ainda assim, técnicos da CNI consideram que o medo permanece em patamar baixo.

O índice da CNI atingiu este mês 81,6 pontos. Em setembro, o indicador estava em 78,7 pontos, o patamar mais baixo já registrado pela entidade.

Como a leitura deste mês ficou próxima ao verificado no fim do terceiro trimestre do ano, os técnicos da entidade consideram que a variação ainda não é motivo de preocupação. Na comparação com dezembro do ano passado, o indicador avançou 2,9%.

A elevação no índice foi puxada pelo aumento de pessoas que disseram estar com "muito medo" do desemprego. Em setembro, 12,8% dos entrevistados estavam nessa condição. Agora, em dezembro, essa parcela saltou para 19,2%. Por outro lado, 57,7% das pessoas ouvidas pelo Ibope entre os dias 2 e 5 de dezembro afirmaram estar sem medo de perder o emprego. Em setembro, 57% dos entrevistados deram essa resposta.

Na avaliação de Marcelo Azevedo, economista da CNI, se o cenário de incerteza da economia global persistir ao longo dos próximos meses, o índice de medo voltará a subir.

"Na próxima pesquisa, a ser divulgada em março, nossa expectativa é de que o índice cresça novamente", avalia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.