Megainvestidor Icahn compra ações da Apple

O investidor Carl Icahn anunciou ontem que comprou uma "grande" fatia da Apple. Segundo ele, os papéis da fabricante do iPhone estão subvalorizados e a empresa deveria ampliar seu programa de recompra de ações. Em abril, a Apple aumentou seu plano de recompra de ações de US$ 10 bilhões para US$ 60 bilhões, que deve ser concluído até o fim de 2015.

O Estado de S.Paulo

14 de agosto de 2013 | 02h07

O investidor revelou no Twitter que conversou por telefone com o presidente executivo da Apple, Tim Cook. Icahn disse que expressou sua opinião de que "um grande programa de recompra de ações deveria ser feito agora".

Apesar de não ter relevado o tamanho da sua fatia na Apple, fontes dizem que o investimento seria de quase US$ 1 bilhão, o que, com base no valor atual do papel, equivaleria a uma fatia de aproximadamente 0,25%.

Steve Dowling, porta-voz da Apple, disse que a companhia aprecia o interesse de todos os seus acionistas. "Tim teve uma conversa muito positiva com o sr. Icahn hoje", disse, sem dar mais detalhes. / DOW JONES

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.