Meirelles acredita que Brasil está menos vulnerável

Sem se referir diretamente ao estresse observado nesta segunda-feira no mercado financeiro, o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, afirmou que a economia brasileira não está mais sujeita a grandes impactos das crises periódicas. "A economia brasileira, após um forte ajuste no balanço de pagamentos, reduziu drasticamente sua vulnerabilidade externa", afirmou.Meirelles lembrou que a previsibilidade econômica no País também é maior. Na única referência ao estresse dos mercados, Meirelles afirmou apenas que independente do dia-a-dia, "como essa situação adversa que temos hoje (segunda-feira), o mercado sobe-e-desce". De acordo com o presidente do BC, não há mercado que cresça de maneira sustentada como ocorreu no Brasil sem que isso tenha um importante fundamento na previsibilidade na economia. Meirelles participou de almoço promovido na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) sem dar declarações à imprensa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.