Meirelles afirma que CMN não discutirá meta para 2005

O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, disse hoje, ao deixar a Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, que é prematura qualquer discussão sobre a mudança de metas de inflação para 2005. "Por enquanto, não há nada na agenda do Conselho Monetário Nacional sobre essa questão da meta de inflação de 2005", disse. Ele comentou que, se houver necessidade, o CMN debaterá a questão no momento oportuno. Meirelles lembrou que a meta para 2005 já foi fixada pelo CMN em 4,5%. Também lembrou que há uma meta de longo prazo de 4%.

Agencia Estado,

25 Março 2004 | 15h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.