Meirelles: Brasil reduz risco e aumenta competitividade

O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, afirmou hoje que o Brasil passa por um período de redução de risco e aumento da competitividade do sistema financeiro, gerando um quadro favorável para o sistema de metas de inflação. "Isso propicia estabilidade econômica e as expectativas de inflação 12 meses à frente têm se mantido dentro de um determinado nível de consistência", disse na abertura do 3º Seminário sobre Riscos, Estabilidade Financeira e Economia Bancária, promovido pelo BC em São Paulo.Meirelles destacou o crescimento do crédito em relação ao Produto Interno Bruto (PIB) nos últimos anos - segundo ele, o total de crédito no País está hoje em R$ 936 bilhões. Meirelles disse que o Brasil, porém, ainda está aquém em relação a outros países, citando como exemplos o Canadá e o Chile. "O mercado (de crédito) brasileiro tem grande potencial de crescimento. Temos um caminho longo a percorrer", disse, lembrando que o crédito é um fator de inclusão social.O presidente do BC adiantou que, em uma das sessões do seminário de hoje, será abordada a atuação do BC em conjunto com o Conselho Monetário Nacional (CMN) para manter a concorrência e a transparência no mercado de crédito. Para ele, é importante a participação da autoridade reguladora neste mercado para evitar problemas de risco, como o verificado recentemente nos EUA. "Transparência é peça fundamental em processo de estímulo à competição", disse Meirelles.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.