Andressa anholete|AFP
Andressa anholete|AFP

Meirelles diz que desemprego pode chegar a 14%

Ministro da Fazenda tem reforçado a necessidade de medidas para a recuperação da confiança e do emprego

Rachel Gamarski, Gustavo Porto e Carla Araújo, O Estado de S.Paulo

16 de maio de 2016 | 20h46

BRASÍLIA - O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse hoje durante reunião com o presidente em exercício, Michel Temer (PMDB), sindicalistas e os ministros da Casa Civil, Eliseu Padilha, e do Trabalho, Ronaldo Nogueira, que, caso o governo não tome providências, a taxa de desocupação do País pode chegar a 14% em 2016, segundo fontes ouvidas pelo Broadcast, serviço de informações em tempo real da Agência Estado. O dirigente da Fazenda tem reforçado a necessidade de medidas para a recuperação da confiança e do emprego. 

Segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, no trimestre móvel encerrado em março deste ano, a taxa estava em 10,9%, ante 9% no trimestre encerrado em dezembro de 2015 e 7,9% em igual período do ano passado. A população desocupada, segundo o indicador do IBGE, chegou a 11,1 milhões de pessoas em março.

Durante a reunião comandada por Temer foi montado um grupo de trabalho com a presença de representantes de centrais sindicais e do governo federal para elaborar, em até 30 dias, uma proposta de alteração na Previdência.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.