Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Meirelles diz que economia vai bem e prevê crescimento de 3,5%

O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, disse hoje, ao deixar solenidade de recebimento da medalha da Ordem do Mérito Judiciário Militar, que o relatório de inflação, divulgado ontem, mostrou que a economia brasileira vai muito bem. "O relatório mostrou que o Brasil é capaz de crescer com saldo comercial positivo", disse Meirelles à Agência Estado.O presidente do BC analisou que a economia brasileira tem conseguido mostrar capacidade de superação de um dilema antigo de crescer economicamente, mas sempre com déficit em conta corrente. Ele lembrou que para 2004, o BC trabalha com a hipótese de crescimento da economia de 3,5% e superávit em conta corrente em torno de US$ 200 milhões.O presidente do BC, no entanto, evitou fazer comentários sobre análises de alguns economistas de que o relatório indicaria um espaço reduzido para queda de juros. Ele justificou o fato de não comentar essas análises ao dizer que as condições econômicas podem se modificar e enfatizou, ao mesmo tempo, a intenção do BC de continuar atuando tendo como objetivo trazer a inflação à trajetória das metas.Perspectiva de crescimento no 1º trimestreMeirelles disse que o crescimento econômico anualizado do primeiro trimestre deve estar convergindo para uma taxa entre 3,2% e 3,5%. "Nós já havíamos dito que a taxa de crescimento do primeiro trimestre seria menor do que do quarto trimestre de 2003 porque o crescimento naquele período foi muito forte, chegando a 6,1% anualizado", disse Meirelles. Ele ressaltou que agora a taxa de crescimento trimestral anualizada deve ficar próxima da projeção de expansão da atividade econômica de 3,5% no ano.O presidente do BC também reafirmou que mantém sua projeção de superávit da balança comercial para este ano em US$ 24 bilhões. Sobre as estimativas de alguns analistas de mercado apontando para uma possibilidade de um superávit de US$ 29 bilhões a US$ 30 bilhões, Meirelles se resumiu a dizer: "espero que eles (analistas) estejam certos".

Agencia Estado,

01 de abril de 2004 | 11h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.