Meirelles: este é o momento de discutir investimentos

O presidente do Banco Central (BC), Henrique Meirelles, afirmou hoje que "é legítima a discussão do processo de retirada gradual dos estímulos ao consumo", uma vez que o País tem "renda preservada, emprego preservado, desemprego em julho no menor nível da série e crédito voltando à normalidade". O Brasil, segundo ele, tem uma situação diferente da de outros países, nos quais o crescimento ainda depende de estímulos fiscais. Sobre a possibilidade de o governo vir a conceder estímulos com foco nos investimentos, Meirelles afirmou que "claramente é o momento adequado para se discutir a retomada do investimento no Brasil".

LUCINDA PINTO, Agencia Estado

21 de setembro de 2009 | 15h48

Segundo ele, em um primeiro momento, a ação do governo foi para estimular a manutenção do consumo e ainda não era a ocasião de se falar em investimentos. Agora, quando aumenta a segurança em relação à demanda, é o momento de se buscar também a retomada do investimento.

Meirelles lembrou que, em evento recente com empresários, ele reafirmou a importância de que o setor privado aja de forma rápida com os investimentos, assim como o governo e o BC tiveram uma ação "pronta e rápida" com injeção de liquidez e crédito na economia.

Tudo o que sabemos sobre:
criseestímulosMeirelles

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.