Meirelles: inflação orbita em torno do centro da meta

O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, afirmou hoje que a inflação adequada é aquela que orbita em torno do centro da meta definida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), que para 2008 é de 4,5%. Em audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, Meirelles fez um breve histórico do resultado da inflação em relação às metas que foram definidas e destacou que em 2006 o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de 3,14% ficou abaixo do centro da meta (4,5%) e que a inflação agora em 12 meses (5,04%) já está na banda superior da meta, que vai de 2,5% a 6,5%.Para Meirelles, como o BC não sabe que choques vão se abater sobre a economia, a mira da política monetária deve ser o centro da meta. Ele foi enfático ao afirmar que a autoridade monetária vai agir para manter o IPCA dentro da meta de inflação. "O BC fará o necessário para manter a inflação sob controle. Este é um compromisso com o presidente Lula, com a sociedade brasileira e com esta Casa", disse.O presidente do BC disse ainda que o primeiro objetivo da autoridade monetária é assegurar a continuação do crescimento econômico, mas destacou que para isso é necessário manter a inflação sobre controle. Disse ainda que uma elevação na taxa de crescimento da economia exige aumento de oferta, ou seja, na capacidade de produção no País para que haja equilíbrio em relação à demanda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.