Meirelles não deixa BC ''por enquanto''

O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, disse ontem que não deixará seu cargo para uma eventual candidatura ao governo de Goiás sem antes colocar o Brasil em uma situação confortável diante da crise mundial. "Hoje, minha vontade de fato é de dedicação total e exclusiva ao Banco Central e consolidar a saída do Brasil da crise. Isso é o mais importante para o Brasil, para governo e para mim", disse. Ele garante que não tomou qualquer decisão sobre o que fará. "Não tomei a decisão de me candidatar ou não a um cargo eletivo e nem se vou ou nao me filiar a um partido político'', disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.