Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Meirelles pediu a Ilan para ficar durante transição

O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, disse hoje que foi informado no ano passado que o período do diretor demissionário de Política Econômica do Banco Central, Ilan Goldfajn, já havia terminado. "Fui informado que o Ilan voltaria para a iniciativa privada", disse Meirelles. Diante dessa informação, Meirelles pediu a Ilan para permanecer no cargo num período de transição de seis meses e ele aceitou. "Nesses seis meses, ele trabalhou como se fosse ficar seis anos", disse o presidente do BC, que fez questão de se referir a Ilan como "amigo".Henrique Meirelles também informou que pensou em adiar o anúncio da saída de Ilan para evitar que fosse feita alguma relação entre a decisão do Copom e a saída do diretor. "Pensamos nessa hipótese, mas preferimos manter o cronogama original por entendermos que é importante para o BC cumprir com seus cronogramas", disse o presidente do BC. Meirelles elogiou o trabalho de Ilan e disse que ele tinha exercido o seu papel com lealdade, esforço e competência.?Bevilacqua tem perfil técnico e acadêmico?Sobre o substituto de Ilan Goldfjan, o presidente do BC, disse que o economista Afonso Bevilacqua tem um perfil técnico e acadêmico adequado para ocupar a diretoria de Política Econômica. "Será uma substituição tranquila e que agrada ao Ilan e espero que, com o trabalho de Bevilacqua, também venha a agradar a sociedade e as pessoas que nos acompanham mais de perto", disse Meirelles. "Loyo se dedicará exclusivamente a formular políticas"Com relação a Eduardo Loyo para a Diretoria de Estudos Especiais, Meirelles disse que ele se dedicará exclusivamete à formulação de políticas monetária e econômica. "Esse é um tipo de diretoria que já existe em outros bancos centrais do mundo. Neste sentido, estamos na rota do que existe de mais moderno", disse Meirelles. Ele finalizou sua explanação inicial elogiando a qualificação técnica de todos os diretores do BC. "Temos especialistas com profundo conhecimento em cada uma de suas áreas", disse Meirelles.Para ler mais sobre as mudanças na diretoria do BC:» Ilan Goldfajn deixa o Banco Central e será substituído por Afonso Bevilacqua » Meirelles conta que pediu a Ilan para ficar durante a transição » Meirelles explica que não há decisão sobre redução do compulsório » Não foram os "ruídos" sobre juros que provocaram a saída, diz Ilan » Em artigos, Eduardo Loyo prega combate rígido à inflação » Como foi a estratégia do governo para a saída de Ilan do BC » Lula, Alencar e Dirceu não comentam » Saída de Ilan não provoca reflexos no mercado, diz Ciro Gomes

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.