Meirelles prevê maior competição com sistema de crédito

O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, previu que o funcionamento do Sistema de Informações de Crédito (SCR) vai permitir o aumento da competição no Sistema Financeiro Nacional (SCR), a expansão do crédito no País e a redução dos spreads bancários ? diferença entre juros de captação e taxas cobradas nos empréstimos.Segundo Meirelles, o cliente tomador do crédito poderá levar seu cadastro, com histórico do crédito, para qualquer instituição financeira. "Com isso, ele terá maior poder de barganha na negociação por melhores taxas e condições", afirmou Meirelles. Para ele, o SCR deverá contribuir de forma relevante para que as instituições financeiras melhorem a gestão de suas carteiras."O sistema tornará disponíveis informações que permitirão que as instituições conheçam melhor o perfil dos tomadores de crédito. Com base nessas informações, elas poderão oferecer produtos com melhores condições de taxa ou de prazo adequados a cada tipo de cliente", explicou o presidente do BC.A expectativa, acrescentou ele, é que os clientes tenham acesso a melhores ofertas de crédito e que o uso continuado do sistema permita uma melhor avaliação de risco pelas instituições financeiras, contribuindo para a redução do spread bancário. O presidente do BC, evitou, no entanto, fazer qualquer estimativa de redução do spread com a entrada em funcionamento do sistema.Meirelles assegurou que o novo sistema segue "rigorosamente" todas as regras de preservação do sigilo bancário, porque o acesso ao histórico do cliente pelas instituições financeiras dependerá da sua autorização expressa.Novo sistemaO novo sistema vai entrar em operação amanhã. O SCR é um banco de dados de registro e consulta de informações de operações de créditos concedidos à pessoas físicas e empresas no valor igual ou superior a R$ 5 mil. O sistema também contém informações sobre avais e fianças e limites de crédito.Veja mais informações sobre o assunto no link abaixo.

Agencia Estado,

29 de junho de 2004 | 15h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.