Meirelles: próximo presidente do BC buscará estabilidade

'Esta é uma decisão do presidente da República', diz atual dirigente do Banco Central

Célia Froufe, da Agência Estado,

17 de dezembro de 2009 | 10h31

O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, disse há pouco que o seu sucessor terá o perfil de alguém comprometido com a estabilidade da economia brasileira. "Esta é uma decisão do presidente da República. Se fosse tomada pelo atual presidente (Luiz Inácio Lula da Silva), seria alguém comprometido com a estabilidade da economia brasileira", disse Meirelles, durante entrevista a emissoras de rádio coordenada pela NBR, em Brasília.

 

Ele salientou que, caso opte por atender ao pedido de Lula e permaneça no cargo até o final do mandato presidencial, em dezembro de 2010, a decisão sobre seu sucessor caberá ao próximo presidente eleito. "Mas, mesmo assim, deve manter o padrão de alguém comprometido com a economia brasileira", considerou.

 

Meirelles se filiou este ano ao PMDB e a outra possibilidade de não prosseguir como presidente do BC até o fim de 2010 seria a de se candidatar a algum cargo eletivo. Para isso, ele precisa se afastar do BC até o início de abril do próximo ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.