coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Meirelles reafirma compromisso com metas de inflação

O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, descartou o uso de "experimentalismos macroeconômicos" do passado e reafirmou o compromisso do governo com os três pilares da política econômica: responsabilidade fiscal, câmbio flutuante e metas de inflação.Sobre as metas de inflação, Meirelles destacou que o regime traz benefícios especiais tanto em momentos de bonança como em períodos de crise. Em relação ao câmbio flutuante, o presidente do BC enfatizou que esse é o melhor regime para enfrentar turbulências financeiras, como a atual. "O mercado é mais competente na administração da taxa de câmbio", afirmou.Meirelles lembrou que a deterioração do quadro externo já era prevista no relatório de inflação da instituição. Apesar disso, ele destacou que o País, como credor externo e com fundamentos sólidos, pode enfrentar essa crise com mais serenidade. "Não estamos imunes, mas estamos melhor preparados", disse o presidente do BC, destacando que a autoridade monetária vai continuar trabalhando para reduzir a vulnerabilidade da economia, que tem deixado o País cada vez mais próximo do status "grau de investimento", conferido pelas agências de classificação de risco.

FABIO GRANER E FERNANDO NAKAGAWA, Agencia Estado

21 de janeiro de 2008 | 17h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.