Meirelles vê acerto do BC no resultado

Para BC, expansão do PIB confirma sucesso da política monetária

Fernando Nakagawa, O Estadao de S.Paulo

13 de março de 2008 | 00h00

Os bons números do Produto Interno Bruto (PIB) serviram de munição para o Banco Central se defender dos críticos da política monetária. Em nota à imprensa, o presidente do BC, Henrique Meirelles, avaliou que a expansão mais forte da atividade em 2007 comprova que as decisões recentes do BC foram acertadas."Os resultados da economia em 2007, crescimento robusto e inflação consistente com a trajetória das metas mostram que a política monetária foi bem-sucedida", diz Meirelles.Desde que assumiu a presidência do BC em 2003, Meirelles é freqüentemente criticado por economistas e representantes do setor produtivo pela estratégia adotada pelo Comitê de Política Monetária (Copom). Eles afirmam que o banco é conservador demais e, para manter a inflação dentro da meta, tem optado por juros em nível superior ao necessário. A taxa Selic elevada também é apontada como um dos motivos da atração excessiva do capital estrangeiro ao País, o que tem prejudicado as exportações e deteriorado as contas externas.Na nota, Meirelles observa que a expansão da economia é "a melhor prova de que o Brasil está colhendo os dividendos da estabilidade". Ele afirma ainda que o resultado do PIB revela "o caráter sustentado do atual ciclo de crescimento", gerado pela "proeminência do investimento produtivo e forte disseminação pelos diversos setores de atividade e regiões do País". Diante da avaliação de que a política monetária tem sido acertada, ele afirma que "o BC continua integral e inequivocamente comprometido com sua principal missão: zelar pela estabilidade do poder de compra da moeda".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.