Melhora do Brasil deixa mercado calmo na Argentina

Ao contrário do movimento registrado nesta mesma época do ano passado, agora as projeções dos analistas argentinos sobre as cotações do dólar mudam constantemente, mas para baixo, para a faixa de 3,00 pesos.Nesta manhã, a moeda americana foi vendida a 2,92 pesos. O mercado de futuros em Nova York, que andava praticamente paralisado depois do default, começou a se reativar, impulsionado pelos bancos estrangeiros e empresas exportadoras de primeira linha. "A redução do risco Brasil está atraindo capitais para a região e, guardadas as devidas proporções, a Argentina está se beneficiando um pouco deste processo, por causa daavaliação de qualquer que seja o novo presidente, a reestruturação da dívida será negociada", afirmou um diretor de um banco estrangeiro na Argentina.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.