Membro do BC chinês alerta sobre risco de bolhas em emergentes

Os mercados emergentes correm o risco de bolhas de ativos que podem estourar de forma perigosa quando os Estados Unidos elevarem as taxas de juros, disse o vice-presidente do banco central da China, ressaltando o risco de instabilidade do dólar.

REUTERS

31 de março de 2010 | 08h43

Zhu Min fez o alerta em discurso feito no sábado e publicado nesta quarta-feira pelo jornal chinês Financial News.

Ele não fez referência à própria economia chinesa, mas discorreu longamente sobre as ameaças à recuperação econômica global.

"Permanece o risco latente de bolhas de ativos. A rápida retomada para melhor nos riscos de mercado após a crise financeira levaram às ameaças de bolhas de ativos nos mercados de capital", disse Zhu.

Essas bolhas potenciais estão sendo alimentadas por fluxos de arbitragem do dólar entrando nos mercados emergentes, disse ele.

"O que é preocupante é que, uma vez que o Federal Reserve embarcar em aumentos das taxas de juros, essa arbitragem do dólar pode voltar (aos Estados Unidos), fazendo essas bolhas estourarem."

(Reportagem de Chris Buckley)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROCHINABCBOLHAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.