Membro do BCE diz que inflação alta conteve corte de juro

A alta inflação da zona do euro impediu oBanco Central Europeu (BCE) de reduzir a taxa básica de jurosda zona do euro, disse o membro da autoridade monetária MiguelAngel Fernandez Ordonez, nesta terça-feira. "É evidente que com uma inflação de 3,5 por cento na Europanós estejamos preocupados e é isso que nos fez, desde junho,não cortar a taxa de juros quando outros bancos reduziram suastaxas de juros", disse ele. "Nós consideramos a redução da inflação nossa prioridade",acrescentou a jornalistas em uma conferência de bancos. Na semana passada, o BCE manteve sua taxa de juro em 4 porcento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.