Mercadante confirma que MP do setor elétrico terá mudanças

O líder do governo no Senado, senador Aloísio Mercadante (PT-SP), confirmou na noite de ontem que haverá mudanças na Medida Provisória (MP) 144, que cria novas regras para a comercialização de energia elétrica. ?O Senado vai fazer emendas na medida provisória?, disse Mercadante após reunir-se com o relator da matéria, senador Delcídio Amaral (PT-MS), e com o relator da Medida Provisória (MP) 145, que cria a Empresa de Pesquisa Energética, Rodolpho Tourinho (PFL-BA). O governo pretende votar as duas MPs nesta semana, segundo Mercadante.Embora sejam relatores de medidas diferentes, Amaral e Tourinho estão trabalhando em conjunto na busca de um acordo que permita a rápida votação do novo modelo do setor elétrico. Hoje, eles tentarão apresentar um texto de consenso que atenda às principais reivindicações do setor, sem alterar o núcleo da proposta do governo. Ontem, Delcídio discutiu com a ministra de Minas e Energia, Dilma Rousseff, as propostas de mudanças feitas pelos representantes do setor privado. Após uma consolidação das emendas, chegou-se a um conjunto de 14 propostas de mudanças no texto, que foram levadas ao Ministério. Mas o senador não quer divulgar as propostas antes de consolidar os entendimentos. ?Estamos avançando?, comentou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.