Mercadante defende recurso contra decisão sobre crédito

O senador Aloizio Mercadante, líder do governo no Senado, defendeu hoje que o governo entre com recurso contra a decisão da 3ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) de considerar abusiva a cláusula contratual que permite o desconto das prestações de operação de crédito em folha de pagamento. Mercadante argumentou que a decisão judicial, se não for revertida, poderá comprometer o movimento expressivo de melhora do crédito ao consumidor que vem sendo observado nos últimos meses.Este movimento, no entender do senador, estaria sendo favorecido pelas medidas adotadas pelo governo Lula para reduzir os juros dos empréstimos, como é o caso do chamado "crédito em consignação", que permite o desconto das parcelas de financiamento bancário diretamente do salário do trabalhador na folha de pagamento. O senador, que visitou o Grupo Estado nesta sexta-feira, citou os dados recentes mostrando aumento nas vendas a prazo, especialmente de automóveis, e lembrou que esta retomada do consumo interno é um dos fatores que vêm alimentando a recuperação da economia, ao lado das exportações. "Eu não consegui entender esta decisão", comentou o senador, para quem a decisão judicial, caso inviabilize o novo mecanismo de financiamento, poderá acabar prejudicando os trabalhadores que necessitam de crédito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.