Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Mercadante elogia medida do BC

A medida anunciada ontem pelo Banco Central (BC) de não rolar 100% dos títulos públicos corrigidos pelo dólar permitirá o combate à inflação, mas vai assegurar uma taxa cambial que continue estimulando as exportações. A avaliação é do líder do governo no Senado, Aloizio Mercadante (PT-SP). "A redução à exposição aos títulos cambiais ajuda o mercado a encontrar um equilíbrio mais apropriado para a taxa de câmbio", disse o líder. "Tudo está sendo feito de forma muito cautelosa pelo banco", ressalvou. Mercadante acha cedo para avaliar se o mercado vai passar a considerar ou não a existência de uma banda na variação da taxa cambial. "É prematuro fazer uma avaliação como esta, afinal o Banco Central divulgou uma nota explicando que o objetivo é reduzir a exposição aos títulos cambiais", disse o líder, para depois ressalvar que a medida permite que o mercado adote uma "taxa de câmbio mais realista". "Isso evita a valorização artificial do real e permite que se caminhe para a redução da vulnerabilidade externa", concluiu.Veja mais informações sobre a decisão do BC e o comportamento do mercado de câmbio nos link abaixo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.