Mercadante quer do BC posição clara sobre Opportunity

O presidente da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, Aloizio Mercadante (PT-SP), afirmou hoje que no âmbito do processo envolvendo a Operação Satiagraha, que atingiu a diretoria do Banco Opportunity, o Banco Central vai ter que se posicionar "claramente" se houve gestão fraudulenta ou uso abusivo de paraíso fiscal e sonegação de informações ao BC. "O País precisa dessa informação com rigor e a Justiça também", afirmou Mercadante, em entrevista logo após audiência pública do presidente do BC, Henrique Meirelles, na comissão. Para Mercadante, há dois cenários possíveis que, em sua opinião, são preocupantes: ou houve exagero da Polícia Federal ao prender a diretoria do Opportunity ou omissão do BC ou da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) na fiscalização do banco ou dos fundos de investimento da instituição. "Essa questão precisa ser esclarecida. Não foi esclarecida hoje pelo princípio do sigilo bancário", afirmou Mercadante, referindo-se à audiência de hoje na CAE.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.