Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Mercado acionário europeu acompanha Wall St e fecha em baixa

As bolsas de valores européias caíramnesta terça-feira em meio à tensão com as perspectivas para aeconomia norte-americana, que ofuscou uma série de resultadoscorporativos melhores que o esperado no continente. De acordo com dados preliminares, o índice FTSEurofirst300, que reúne as principais ações das empresas européias,recuou 1,4 por cento, para 1.587 pontos. Balanços decepcionantes de algumas grandes empresasnorte-americanas incomodaram os investidores europeus, que jáconvivem com o euro em patamar recorde, grandes spreads decrédito e lucros irregulares neste trimestre. O índice FTSEurofirst ainda acumula alta de 7 por cento noano, mas caminha para a maior queda mensal desde fevereiro. Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em baixa de 1,9por cento, a 6.498 pontos. Em FRANKFURT, o índice DAX recuou 1,73 por cento, para7.806 pontos. Em PARIS, o índice CAC-40 caiu 1,69 por cento, para 5.907pontos. Em MILÃO, o índice Mibtel encerrou em queda de 1,76 porcento, a 32.279 pontos. Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou desvalorização de 0,95por cento, para 14.913 pontos. Em LISBOA, o índice PSI20 teve queda de 1,3 por cento, para13.509 pontos. (Por Amanda Cooper)

REUTERS

24 de julho de 2007 | 13h05

Tudo o que sabemos sobre:
NEGOCIOSBOLSAEUROPAFECHA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.