Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Mercado acionário europeu cai e termina rali de 4 semanas

O principal índice de ações da Europa terminou em baixa nesta sexta-feira, interrompendo um rali de quatro semanas consecutivas, após a piora da confiança do consumidor norte-americano levantar preocupações sobre o ritmo de recuperação da maior economia do mundo.

REUTERS

14 de agosto de 2009 | 13h18

Os bancos registraram as maiores perdas dentro do FTSEurofirst 300, que caiu 0,9 por cento, para 940 pontos, segundo dados preliminares. Na semana, o índice retrocedeu 1,1 por cento.

No segmento bancário, HSBC, Credit Suisse, Standard Chartered, Credit Agricole e Deutsche Bank recuaram de 0,8 a 3,1 por cento.

A confiança do consumidor dos Estados Unidos piorou no início de agosto, com um número crescente de norte-americanos preocupados com suas finanças pessoais, embora esperem que a economia, de um modo geral, melhore, segundo uma pesquisa da Reuters/Universidade de Michigan.

Montadoras também pressionaram o índice europeu nesta sexta-feira, após a Volkswagen desabar 15,9 por cento em meio a temores de que está pagando demais por uma fatia na unidade de carros esportivos da Porsche e que planeja uma emissão de ações preferenciais.

Os papéis da Porsche, contudo, saltaram 9,5 por cento.

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em baixa de 0,87 por cento, a 4.713 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX recuou 1,7 por cento, para 5.309 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 caiu 0,83 por cento, para 3.495 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib encerrou em queda de 1,26 por cento, a 21.552 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 perdeu 1,31 por cento, para 10.901 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 subiu 0,75 por cento, para 7.636 pontos.

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAEUROPAFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.