Mercado ainda duvida que BC controle inflação

Pesquisa Focus do Banco Central divulgada ontem reforça a percepção de que o mercado financeiro continua a duvidar do sucesso da autoridade monetária em colocar o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de volta ao centro da meta (4,5%) em 2012. E, por isso, espera que a temporada de juros altos dure ainda mais.

Fabio Graner / BRASÍLIA, O Estado de S.Paulo

28 de junho de 2011 | 00h00

Pelas projeções do mercado, a taxa Selic subirá mais 0,25 ponto porcentual neste ano, para 12,50% anuais. E permanecerá neste nível até o fim do ano que vem. Na semana passada, o mercado ainda previa uma redução de 0,25 ponto porcentual no juro básico antes de 2012 acabar.

A despeito de uma pequena redução, o IPCA projetado pelo mercado para o próximo ano está em 5,15%, ante 5,18% da pesquisa anterior. Ou seja, ainda é uma estimativa relativamente distante do alvo central. Para 2011, mesmo com a oitava queda seguida na expectativa dos analistas, a inflação esperada está acima de 6%, mais perto do teto do que do centro da meta.

Sobre o Produto Interno Bruto (PIB) o mercado fez uma discreta redução na projeção para este ano, passando de 3,96% para 3,95%. Para a produção industrial, os analistas continuam trabalhando com alta de 3,44% em 2011. As previsões para a taxa de câmbio em 2011 e 2012 também foram mantidas pelo mercado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.