finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Mercado asiático segue Wall Street e abre em baixa

Índice Nikkei da Bolsa japonesa perde -2,32% e Kospi, de Seul, -2,2%

Agências internacionais,

12 de novembro de 2008 | 00h18

As Bolsas asiáticas abriram o pregão desta quarta-feira, 12, em baixa, após a divulgação da queda dos ganhos de empresas americanas, o que arrastou o preço do petróleo para sua cotação mais baixa em 20 meses na terça-feira.   Veja também: Bovespa vira no final do pregão e fecha em alta de 1,32% Crise financeira afeta atividades da GM nos EUA e Brasil De olho nos sintomas da crise econômica  Lições de 29 Como o mundo reage à crise  Dicionário da crise  Entenda a disparada do dólar e seus efeitos    O índice Nikkei da Bolsa de Valores de Tóquio caía 204,71 pontos (2,32%), para 8.604,59. O indicador Topix, que reúne as ações mais negociadas, perdia 20,41 pontos (2,29%), para 868,95.   O dólar abriu negociado a 97,27 ienes no mercado de divisas de Tóquio, valor mais baixo se comparado à cotação de 97,64 ienes do fechamento anterior. O euro era cotado a 121,71 ienes, valor inferior ao de terça-feira. Com o dólar, a moeda européia era cotada US$ 1,251, frente a US$ 1,2727.   No mercado sul-coreano, o índice Kospi caía 24,85 pontos (2,2%) , para 1.103,88. Já o Kosdaq teve queda de 6,06 pontos (1,86%), para 319,68.   O índice PSEI da Bolsa de Manila perdia 4,35 pontos (0,23%), aos 1.943,67. Em Cingapura, o índice Straits Times baixava 9,84 pontos (0,54%), aos 1.797,12.   Os mercados de Kuala Lumpur, Jacarta e Bangcoc também operavam em baixa de -0,63%, -0,61% e -0,16%, respectivamente.   Em Hong Kong, o índice Hang Seng operava nos primeiros minutos em alta de 114,36 pontos (0,81%), aos 14.155,26.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.