Mercado calmo enquanto Argentina desespera

O governo argentino não resiste às pressões e anunciou que divulgará o pacote econômico às 21h de Brasília. O problema é que não houve acordo com os governadores de províncias sobre o corte no repasse de verbas ou com os credores para que a dívida do país seja reestruturada. Assim, o pacote trará medidas insuficientes para o objetivo de eliminação do déficit público e uma ameaça de calote. O governo quer uma troca voluntária, mas ela não parece possível, já que os credores não têm as garantias necessárias e tanto o Tesouro norte-americano quanto o Fundo Monetário Internacional (FMI) afirmaram que não pretendem conceder novos recursos à Argentina.Os mercados em Buenos Aires operaram com muita tensão. O risco país disparou para 2.277 e a taxa do overnight alcançou 220% ao ano. No Brasil, porém, as cotações estiveram estáveis, e o mercado operou com relativa calma. Os investidores estão seguros de que organismos internacionais apoiariam o Brasil se necessário, e que, de qualquer forma, as contas externas estão equilibradas, há baixa necessidade de financiamento e os analistas consideram que a crise argentina já está refletida no preço dos ativos.Nos Estados Unidos, hoje foi divulgado novo índice revelando a forte desaceleração da economia. O índice nacional de atividade industrial de outubro da Associação Nacional dos Gerentes de Compras (NAPM) despencou de 47,0 pontos para 39,8.Fechamento dos mercadosO dólar comercial para venda fechou em R$ 2,6750, com queda de 0,89%. Os contratos de juros de DI a termo - que indicam a taxa prefixada para títulos com período de um ano - fecharam o dia pagando juros de 23,170% ao ano, frente a 23,530% ao ano ontem. A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou em alta de 0,20%.O índice Merval da Bolsa de Valores de Buenos Aires fechou em alta de 2,83%. Nos Estados Unidos, o Dow Jones - Índice que mede a variação das ações mais negociadas na Bolsa de Nova York - fechou em alta de 2,08%, e a Nasdaq - bolsa que negocia ações de empresas de alta tecnologia e informática em Nova York - fechou em alta de 3,32%. Não deixe de ver no link abaixo as dicas de investimento, com as recomendações das principais instituições financeiras, incluindo indicações de carteira para as suas aplicações, de acordo com o perfil do investidor e prazo da aplicação. Confira ainda a tabela resumo financeiro com os principais dados do mercado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.