Mercado corta previsão de inflação neste ano a 5,42%

A projeção para o IPCA em 12 meses aumentou pela terceira vez seguida, para 4,96%, ante 4,90%

Reuters,

19 de julho de 2010 | 08h46

O mercado reduziu ligeiramente sua previsão para a inflação neste ano, mas elevou o prognóstico para os preços nos próximos 12 meses, mostrou o relatório Focus do Banco Central nesta segunda-feira.

A estimativa para a alta do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) neste ano caiu pela segunda semana, para 5,42%, ante 5,45% na semana anterior. Para 2011, ela foi mantida em 4,80%.

A meta de inflação de 2010 e 2011 tem centro em 4,5% e tolerância de 2 pontos percentuais para cima ou para baixo.

A projeção para a inflação em 12 meses, no entanto, aumentou pela terceira vez seguida, para 4,96%, ante 4,90%.

A estimativa para a taxa básica de juro Selic no fim deste permaneceu em 12% e para 2011 ficou estável em 11,75%. O mercado também manteve o cenário para a reunião desta semana, em 11%, o que significaria uma alta de 0,75 ponto percentual.

O prognóstico para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) deste ano foi mantido em 7,20%, e para 2011 ficou estável em 4,50%.

A projeção para o superávit da balança comercial de 2010 subiu para US$ 16 bilhões, ante US$ 15,71 bilhões na semana anterior. Para 2011, ele caiu levemente para US$ 7,81 bilhões, contra US$  7,83 bilhões antes.

O prognóstico para o câmbio no final deste ano permaneceu em R$ 1,80, e para 2011 ficou em R$ 1,85. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.