Mercado de ações experimenta "ressaca" dos anos 90, diz Bush

Com a persistente queda dos mercados de ações e do dólar, o presidente dos EUA, George W. Bush, tentou acalmar e restaurar a confiança dos mercados ao emitir perspectivas positivas sobre a economia dos EUA. Bush disse que o país experimentou um período de esbanjos financeiros na década de 90 e que agora está se restabelecendo sobre fundamentos mais firmes. "Para que tenhamos toda a segurança que queremos, a América tem de se livrar da ressaca que temos agora como resultado dos excessos, dos esbanjos econômicos que acabamos de observar. Estávamos na terra de lucros infindáveis. Não existia o amanhã nos mercados de ações e lucros corporativos e agora estamos sofrendo com a ressaca de tudo isso", disse Bush, durante pronunciamento no estado do Alabama. Mesmo assim, Bush sustentou a idéia de que os fundamentos da economia norte-americana continuam fortes. "(A economia) tem os fundamentos para crescer", disse Bush, salientando que a taxa de inflação permanece baixa, a política monetária é "boa" e as taxas de juro estão "razoáveis". O presidente dos EUA também apontou que as taxas de produtividade estão crescendo, o que representa "uma importante indicação da saúde da economia". Olhando para o futuro, Bush afirmou que a melhor forma de garantir a recuperação econômica é por meio de disciplina fiscal e controle dos gastos do governo. "Vou resistir a excessos nos gastos que possam atrapalhar a vitalidade econômica", prometeu. Em relação à crise de confiança nas empresas, Bush pediu que os executivos utilizem os padrões mais elevados de ética e ressaltou ao Congresso a necessidade de finalizar uma nova legislação para fraudes corporativos antes do recesso em agosto. Contudo, as palavras de Bush fizeram pouco para aliviar os mercados e o índice Dow Jones continuou em queda mesmo após o fim do discurso.

Agencia Estado,

15 de julho de 2002 | 13h50

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.