Roosevelt Cassio/Reuters
Roosevelt Cassio/Reuters

Covid-19

Bill Gates tem um plano para levar a cura do coronavírus ao mundo todo

Mercado de automóveis cresce 27,5% em outubro

Foram 202,8 mil unidades vendidas no mê; o volume, se comparado a setembro, representa avanço bem mais tímido, de 1,83%

André Ítalo Rocha, O Estado de S.Paulo

01 de novembro de 2017 | 12h02

O mercado de veículos novos no Brasil subiu 27,56% em outubro ante igual mês do ano passado, apontam dados oficiais divulgados nesta quarta-feira pela Fenabrave, associação que representa as concessionárias de todo o País. Foram 202,8 mil unidades vendidas no décimo mês de 2017, em soma que considera automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus. O volume, se comparado com setembro, representa avanço bem mais tímido, de 1,83%.

Vale ressaltar que outubro de 2017 contou com um dia útil a mais que setembro e outubro de 2016. Na média diária, o décimo mês do ano registrou a venda de 9,6 mil unidades, número que, em relação a igual mês do ano passado, também mostra forte expansão, de 21,48%. No entanto, na comparação com setembro, o sinal se inverte e passa a apontar queda de 3,02%.

Com os resultados do mês passado, o setor acumula no ano a venda de 1,822 milhão de veículos, crescimento de 9,28% em relação a igual intervalo do ano passado. O desempenho se aproxima da previsão da Fenabrave para o ano inteiro, de avanço de 9,9%.

O segmento de automóveis e comerciais leves, que ocupa a maior parte do mercado de veículos, teve avanço de 26,98% nas vendas em outubro ante igual mês do ano passado, com o emplacamento de 196,6 mil unidades. O volume, se comparado a setembro, apresenta alta de 1,58%. No acumulado do ano, são 1,77 milhão de carros vendidos, aumento de 9,69% sobre o resultado dos dez primeiros de 2016.

+ Antonio Penteado Mendonça: Seguro e proteção veicular

Os caminhões, por sua vez, tiveram avanço de 47,85% em outubro na comparação com outubro de 2016, para 5 mil unidades. Em relação a setembro, também houve alta, de 11,29%. No entanto, no acumulado do ano, o segmento apresenta retração de 3,97%, para 40,4 mil unidades.

Entre os ônibus, os emplacamentos somaram 1,1 mil unidades em outubro, aumento de 54,56% em relação a outubro do ano passado e alta de 5,88% ante setembro. No acumulado dos 10 primeiros meses do ano, o segmento tem crescimento de 1,13%, para 12 mil unidades.

"Conforme havíamos previsto meses atrás, sentimos ao vivo no show room das concessionárias a retomada da confiança do brasileiro no futuro e também as sucessivas quedas na taxa de juros, que explicam a recuperação do mercado neste ano. Estamos caminhando para um crescimento de dois dígitos", analisa Sergio Habib, presidente da JAC Motors do Brasil. 

Vendas. No último mês, a JAC Motors teve alta de 234,8% quando consideradas as vendas de outubro de 2016, 298 unidades contra 89 unidades, respectivamente. A montadora projeta um último bimestre com média de 700 unidades vendidas por mês. 

+ Confiança empresarial sobe em outubro e alcança maior nível desde julho de 2014

"Vamos melhorar ainda mais no último bimestre do ano, pois não havíamos conseguido equilibrar até agora os desembarques de T40 com a demanda oriunda das lojas. Estimo que tenhamos dois ótimos meses pra fechar 2017", explica Sergio Habib, presidente da JAC Motors Brasil.

No acumulado do ano, a marca registrou alta de 36,8% ante 9,6% do mercado. Com esse porcentual, a JAC Motors mantém a terceira colocação dentre os porcentuais de crescimento das marcas no País. 

Tudo o que sabemos sobre:
Jac MotorsVeículo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.