Mercado de aviação chinês pode aumentar 7,9% em 20 anos

O ritmo de crescimento da China só será superado pela Índia, com 10% nas próximas duas décadas

Efe,

20 de setembro de 2009 | 23h51

O mercado da aviação na China pode aumentar até 7,9% nos próximos 20 anos, segundo um relatório da empresa Airbus SAS, o maior fabricante mundial de aviões comerciais, informou nesta segunda-feira (horário de Pequim) a agência oficial Xinhua. A China seria assim o segundo maior mercado do mundo com um crescimento mais rápido, justamente atrás da Índia, onde se espera um aumento de 10% nas próximas duas décadas.

 

O relatório assinala que 25 mil novos aviões no valor de US$ 3,1 bilhões serão entregues entre 2009 e 2028 no mercado aéreo mundial.

 

Está previsto que Ásia e Pacífico representem nos próximos 20 anos 31% da demanda, seguidos por Europa, com 25%, e América do Norte, com 10%.

 

A companhia Airbus SAS prevê também que o mercado da aviação no mundo diminuirá 2% em 2009, mas vê possível aumento de 4,6% durante o próximo ano, no meio de uma recuperação econômica.

 

O transporte aéreo civil da China continuou se recuperando em agosto segundo mostram os três principais indicadores das estatísticas da Administração de Aviação Civil da China.

Tudo o que sabemos sobre:
aviaçãoChinaÍndia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.