Mercado de cartão de crédito deve crescer 19% em 2008

Potencial de crescimento se deve ao fato de ainda haver pessoas sem acesso ao cartão de crédito

Silvia Fregoni, da Agência Estado,

12 de dezembro de 2007 | 17h26

O mercado brasileiro de cartões de crédito deve apresentar faturamento de cerca de R$ 216 bilhões no próximo ano, o que representa crescimento de 19,0% em relação a 2007. O número de cartões em circulação deve atingir 104 milhões, com expansão de 13,0% na mesma comparação. As estimativas fazem parte da pesquisa "Indicadores do Mercado de Meios Eletrônicos de Pagamento", desenvolvida pela Itaucard.Segundo o diretor de Marketing de Cartões do Itaú, Fernando Chacon, o potencial de crescimento se deve ao fato de ainda haver uma grande parte da população sem acesso ao cartão de crédito. A região Sul, por exemplo, tem renda superior a de outras regiões brasileiras, mas fica atrás na utilização desse meio de pagamento.O crescimento da economia também deve contribuir para a evolução do mercado. A Itaucard projeta expansão de 3,92% para o Produto Interno Bruto (PIB) em 2008. Com o aumento da renda, ocorre a bancarização de parte da população, que entra na mira dos emissores de cartões de crédito.Neste ano, o mercado de cartões de crédito deve registrar faturamento de R$ 181,8 bilhões, um volume 20,4% superior aos R$ 151 bilhões de 2006. O desempenho representará um forte crescimento da participação do plástico no consumo privado dos brasileiros, que passará a ser de 14,4%, contra 13,0% no final de 2006. O número de cartões em circulação avançará 17%, para R$ 92 milhões no final do ano.NatalO Natal será recorde em volume financeiro de transações com cartões de crédito, segundo a pesquisa desenvolvida pela Itaucard. Somente em dezembro, os portadores de cartões de crédito deverão movimentar R$ 20,7 bilhões, o maior faturamento mensal da história da indústria e 41,8% superior à média mensal registrada de janeiro a novembro, de R$ 14,6 bilhões. MulheresConsiderando todo o ano de 2007, o público feminino responde por 45,9% de todo o volume de transações, com crescimento de 21% em relação a 2006, ou seja, um pouco acima da expansão do mercado. "As mulheres vêm seguidamente aumentando a participação no faturamento da indústria, confirmando a influência delas no orçamento familiar", diz Chacon.SupermercadosO estudo realizado pela Itaucard mostra também que 20,7% do total movimentado pelo mercado de cartões de crédito neste ano referem-se a despesas em supermercados, hipermercados, bombonieres e padarias. O segundo maior faturamento advém do ramo de vestuário, calçados e lojas de departamento, responsável por 20,6% do mercado. O terceiro maior faturamento vem de eletrônicos, construção e móveis, com 15,9% do total.

Tudo o que sabemos sobre:
Cartão de crédito

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.