Mercado de cartões deve girar R$ 13,4 bilhões em julho

O faturamento do mercado brasileiro de cartões de crédito deverá atingir R$ 13,4 bilhões em julho, um crescimento de 25,2% em relação ao mesmo período do ano passado, quando o setor contabilizou R$ 10,7 bilhões. A estimativa faz parte do estudo Indicadores do Mercado de Meios Eletrônicos de Pagamento, realizado mensalmente pela Credicard Itaú.Se a estimativa se confirmar, este será o maior volume de transações registrado pelo setor de cartões de crédito este ano, superando o movimento de maio (R$ 13 bilhões), mês em que se comemora o Dia das Mães, a segunda data mais importante depois do Natal para o comércio.Segundo o diretor-executivo Comercial da Credicard Itaú, Fernando Chacon, a expansão no volume de compras dos portadores tem sido motivada, principalmente, pela substituição de outros meios de pagamento, aliada à praticidade e segurança do cartão.O volume de transações de R$ 13,4 bilhões deverá resultar de um total de 149 milhões de transações, com uma compra média estimada em R$ 90 no mês, de acordo com o estudo.É crescente também o número de plásticos em mãos de portadores: a estimativa para o total de cartões em circulação no País ao final de julho é de 73,4 milhões, um acréscimo de 1,2 milhão de novas unidades em relação ao total em circulação no mês de junho deste ano e 13 milhões a mais que o registrado em 2005 no mesmo período.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.