Mercado de trabalho "melhorou um pouco", diz analista do IBGE

A analista do departamento de trabalho e rendimento do IBGE, Shyrlene Ramos de Souza, disse que o mercado de trabalho "melhorou um pouco" nas seis regiões metropolitanas pesquisadas pelo instituto entre outubro do ano passado e igual mês deste ano. O argumento é que houve um crescimento de 2,2% no total de ocupados (pessoas trabalhando) no período, ou seja, um ingresso de 381 mil pessoas no mercado. "Não se pode analisar o mercado de trabalho apenas pela taxa de desemprego. A taxa continua alta, mas a situação do mercado melhorou um pouco", disse.No entanto, o número de desocupados (não trabalhando mas procurando trabalho) também permanece em crescimento, com aumento de 213 mil pessoas em outubro deste ano na comparação com igual período do ano passado. "O mercado está absorvendo trabalhadores, mas não a totalidade da procura por uma vaga", disse Shyrlene. A taxa média de desemprego aberto de outubro (considerando as pessoas que procuraram emprego na semana em que o levantamento foi feito, mas não encontraram) atingiu 7,4%.No ano, a taxa média entre janeiro e outubro foi de 7,3%, bem superior à média do mesmo período do ano passado (6,3%). No acumulado de janeiro a outubro, a ocupação cresceu 1,8%, enquanto a população desocupada aumentou 22%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.