finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Mercado: destaque para alta das ações de teles

Na véspera de um feriado municipal na cidade de São Paulo, quando os mercados estarão fechados, o volume de negócios na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) na primeira parte do pregão foi expressivo - R$ 387 milhões. O destaque da manhã foram as fortes altas das ações das empresas de telefonia celular. As preferenciais (PN, sem direito a voto) da Telesp Celular chegaram a subir 8,16%. A alta dessas ações, aliada às expectativas positivas em relação a economia brasileira e aos pronunciamento de amanhã no senado americano do presidente do banco central dos Estados Unidos (FED), Alan Greespan, que pode sinalizar mais um corte de juros, ajudaram a impulsionar uma alta na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa).Na primeira hora do pregão, o Ibovespa - Índice que mede a valorização das ações de empresas mais negociadas na Bovespa - chegou à marca dos 18 mil pontos, a maior pontuação desde o dia 29 de março de 2000. O clima de euforia dos primeiros negócios, no entanto, acabou cedendo lugar a um movimento de realização de lucro, ou seja, investidores passaram a vender ações que estavam em alta com o objetivo de embolsar os ganhos alcançados. Há pouco, a Bovespa operava em alta de 0,36%.No mercado de juros, os contratos de juros de DI a termo - que indicam a taxa prefixada para títulos com período de um ano - pagam juros de 15,590% ao ano, frente a 15,680% ao ano ontem. O dólar comercial está cotado a R$ 1,9630 na ponta de venda dos negócios - estável em relação aos últimos negócios de ontem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.