Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Mercado: dólar cai em dia tranqüilo

Num dia tranqüilo, os mercados sofreram poucas oscilações e o dólar teve uma pequena queda. A intervenção agressiva do Banco Central (BC) ontem parece ter trazido alguma confiança aos investidores. Comenta-se no mercado que a demanda por dólares estaria suprida ao menos momentaneamente, dadas as vendas do BC nos últimos dias, contendo a especulação com a moeda norte-americana.Hoje também foi divulgada a ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), realizada na quarta-feira passada, que deflagrou a política de controle do dólar através da alta dos juros e venda de divisas e títulos cambiais no mercado. O documento reforçou a opinião de que a Selic - taxa básica referencial de juros da economia -- provavelmente não voltará a cair tão cedo, o que colaborou para a alta dos juros futuros, a queda da Bolsa e do dólar. Veja abaixo os números de fechamento dos mercados.Fechamento dos mercadosO dólar comercial para venda fechou em R$ 2,3000, com queda de 0,22%. A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou em alta de 0,57%. Os contratos de juros de DI a termo - que indicam a taxa prefixada para títulos com período de um ano - fecharam o dia pagando juros de 23,400% ao ano, frente a 23,050% ao ano ontem. O índice Merval da Bolsa de Valores de Buenos Aires fechou em queda de 1,80%. Nos Estados Unidos, o Dow Jones - Índice que mede a variação das ações mais negociadas na Bolsa de Nova York - fechou em alta de 1,26%, e a Nasdaq - bolsa que negocia ações de empresas de alta tecnologia e informática em Nova York - fechou em alta de 2,45%. Não deixe de ver no link abaixo as dicas de investimento, com as recomendações das principais instituições financeiras, incluindo indicações de carteira para as suas aplicações, de acordo com o perfil do investidor e prazo da aplicação. Confira ainda a tabela resumo financeiro com os principais dados do mercado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.