Mercado eleva estimativas para inflação e juro em 2008

O mercado financeiro brasileiroelevou mais uma vez suas estimativas para a inflação e o juroem 2008, de acordo com pesquisa semanal divulgada nestasegunda-feira. No levantamento feito pelo Banco Central, os analistasconsultados elevaram para 5,55 por cento, ante 5,48 por cento,a estimativa para a variação do Índice Nacional de Preços aoConsumidor Amplo (IPCA). Para 2009, a estimativa para o IPCA foi mantida em 4,60 porcento. A estimativa para o patamar da taxa de juros ao final doano subiu de 13,75 por cento para 14 por cento. Na semana passada, o Comitê de Política Monetária (Copom)do BC elevou a taxa básica de juro pela segunda vezconsecutiva, para 12,25 por cento. Para o próximo ano, as projeções continuam indicando umjuro básico de 12,50 por cento em dezembro. A estimativa dos analistas e empresas consultadas para ataxa de câmbio ao final do ano ficou estável em 1,70 real pordólar. Para o final de 2009, a taxa passou de 1,77 real para1,78 real por dólar. As estimativas para a taxa de crescimento da economiabrasileira continuam positivas. Os analistas acreditam que oProduto Interno Bruto (PIB) deve crescer 4,77 por cento em2008, um pouco acima da estimativa passada, de 4,75 por centode expansão. Para o próximo ano, os cálculos continuam indicando umcrescimento de 4 por cento para a economia do país. (Por Renato Andrade)

REUTERS

09 de junho de 2008 | 09h08

Tudo o que sabemos sobre:
MACROFOCUSATUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.