Renato S.Cerqueira/Futura Press
Renato S.Cerqueira/Futura Press

Mercado está mais cauteloso sobre rumo do Ibovespa

As atenções dos investidores devem permanecem em Brasília na semana que vem, com a reforma da Previdência ainda no radar e também à espera de outras medidas por parte da equipe econômica

O Estado de S.Paulo

13 de julho de 2019 | 04h00

O mercado financeiro está mais cauteloso sobre o comportamento do Ibovespa, segundo o Termômetro Broadcast Bolsa, mas a percepção de que a próxima semana será de alta para as ações ainda é majoritária, com 51,85%, num universo de 27 participantes.

Na edição anterior, a expectativa de alta para a Bolsa nesta semana atingiu 71,43%. Ao mesmo tempo, a estimativa de queda avançou de 17,86% para 29,63%. Os que esperam estabilidade são 18,52% do total, ante 10,71% no último levantamento. O principal índice da B3 apurou perda de 0,18% nesta semana.

O Termômetro Broadcast Bolsa tem por objetivo captar o sentimento de operadores, analistas e gestores para o comportamento do Ibovespa na semana seguinte.

As atenções dos investidores devem permanecem em Brasília na semana que vem, com a reforma da Previdência ainda no radar e também à espera de outras medidas por parte da equipe econômica para reativar a atividade, após os sinais de fraqueza recentes. Entre os indicadores domésticos, os destaques são o IBC-Br do Banco Central de maio, além dos dados da arrecadação federal e do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) referentes a junho.

No exterior, a próxima semana começa com uma bateria de indicadores da economia na China, que saem na noite do domingo, entre eles o do PIB do segundo trimestre e da produção industrial de junho.

Nos Estados Unidos, haverá uma série de discursos de dirigentes do Federal Reserve (banco central americano) nos próximos dias e, na quarta-feira, será divulgado o Livro Bege do Fed, sumário das condições econômicas em cada um dos distritos do banco central. Na Europa, os presidentes do Fed, Jerome Powell, e do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, discursam em evento do G-7, na França, na terça e quarta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.