Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Mercado estressa com dados ruins nos EUA e petróleo a US$ 137

Mercado de trabalho indica recessão nos EUA. Dólar desaba frente ao euro e preço do petróleo dispara

Da Redação,

06 de junho de 2008 | 15h06

As más notícias do mercado de trabalho nos EUA em maio abateram o ânimo dos negócios em escala mundial nesta manhã. Apesar de o fechamento de vagas no mês, de 49 mil, não ter corroborado as expectativas mais pessimistas (queda de 60 mil), a taxa de desemprego atingiu 5,5%, seu maior nível desde 2004. Houve revisões, para pior, nos números de corte de vagas em abril e março e os sinais de recessão nos EUA ficaram reforçados. Com isso, as chances de alta do juro norte-americano na reunião do final do mês foram enfraquecidas.   As bolsas nos Estados Unidos caem forte. Às 15 horas, o índice Dow Jones recua 2,26% e a Nasdaq cai 2,01%. As principais européias fecharam com perdas expressivas. O dólar derreteu no mercado internacional. Com isso, o preço do barril do petróleo disparou para se adaptar ao novo patamar do dólar e chegou a US$ 137, acumulando um ganho de US$ 15,00 em apenas dois dias.   O cenário externo teve influência direta no mercado doméstico: a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) chegou a operar abaixo dos 70 mil pontos, com vendas puxadas por investidores estrangeiros. Às 15h, o Ibovespa - índice que mede o desempenho das ações mais negociadas na Bolsa - cai 1,22%.   Os juros no mercado futuro, que já vinham subindo desde a abertura, por receios em relação à inflação e à Focus que será divulgada na segunda-feira, encontraram mais um motivo de alta. E o dólar só não estressou, porque houve fluxo positivo para fazer o contraponto. A moeda norte-americana é vendida a R$ 1,6280, quase estável em relação ao fechamento de ontem.

Tudo o que sabemos sobre:
PetróleoMercado financeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.