Mercado filipino registra queda de 2,98%

A bolsa filipina fechou em forte queda hoje (-2,98%), com baixa de 33,24 pontos, a maior perda de pontos em uma só sessão em mais de nove meses. Segundo analistas, a correção técnica ocorrida no pregão desta quarta-feira já era esperada desde o dia 14, quando o índice encerrou com a maior pontuação em sete meses. Em Seul, os temores sobre contaminação pela Sars e as negociações entre EUA e Coréia do Norte na China resultaram em baixa de 0,87%. O mercado taiuanês encerrou misto, com realização de lucros no início dos negócios, tendência substituída pela procura por papéis estimulada pelo bom desempenho de Nova York ontem (Dow Jones: +1,87%; Nasdaq: +1,89%). O principal índice local fechou em alta de 0,19%, também encorajado pelo bom desempenho da Compal Electronics, a segunda maior fabricante de notebooks do país. O Nikkei 225 encerrou o dia praticamente estável, com leve alta de 0,04%. Às 5h45 (horário de Brasília) as demais bolsas do sudeste asiático registravam: Hong Kong: -0,87%; Indonésia: +0,24%; Malásia: -0,51%; Tailândia: -0,65% e Cingapura: -0,66%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.