Mercado japonês se recupera depois de sete baixas

A bolsa de Tóquio recuperou-se nesta sexta-feira e fechou em alta de 1,63%, depois de ter acumulado desvalorização de 7,4% nos últimos sete pregões. A queda do número de pedidos de seguro-desemprego nos EUA é um indicativo da recuperação da economia, acreditam os analistas. Os maiores ganhos foram de papéis de empresas exportadoras, como Sony e Toyota. O mercado filipino encerrou as negociações de hoje com valorização de 3,57%, estimulado pela nova política econômica, que vai reduzir o compulsório dos bancos. As instituições financeiras acreditam que a medida vai liberar 26 bilhões de pesos em crédito e baixar as taxas de juros. Em Taiwan, a realização de lucros limitou os ganhos do dia, mas mesmo assim o índice local fechou em +0,39%. Já o mercado sul-coreano não recebeu bem a notícia de que o grupo americano AIG desistiu das negociações para a compra de três afiliadas do grupo Hyundai. Como resultado, o índice Kospi fechou em queda de 0,70%. No intervalo dos negócios, as demais bolsas do sudeste asiático registravam: Hong Kong: -0,06; Indonésia: +0,24%; Malásia: +0,06%; Tailândia: +0,01% e Cingapura: +0,32%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.