Mercado prevê balança comercial de US$ 7 bilhões

A projeção do mercado para o superávit da balança comercial em 2002 subiu de US$ 6,5 bilhões para US$ 7 bilhões, segundo a pesquisa que o Banco Central faz semanalmente com um grupo de 100 instituições financeiras e empresas de consultoria. A estimativa do mercado chega ao valor que já vem sendo considerado pelo governo como o mais provável para este ano. Os bancos melhoraram também a previsão do superávit para 2003, que subiu de US$ 7,6 bilhões para US$ 8,07 bilhões.Com a melhora na estimativa da balança comercial, a projeção média do mercado para o déficit deste ano da conta de transações correntes (que inclui, além da trocas de mercadorias, o saldo das operações de serviços com o exterior) recuou de US$ 18,5 bilhões para US$ 18 bilhões. A previsão para 2003 melhorou quase US$ 1 bilhão, caindo de US$ 17,96 bilhões para US$ 17 bilhões. Em contrapartida, o mercado espera um fluxo menor de investimento externo neste ano. A previsão deste ano caiu para US$ 16,5 bilhões, ante uma estimativa anterior de US$ 16,8 bilhões. Para 2003, no entanto, a previsão média das instituições para a entrada de capital estrangeiro melhorou, passando de US$ 16,5 bilhões para US$ 17 bilhões.Já no que se refere à inflação, a expectativa continua sendo de piora gradativa, a cada semana. O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) deve chegar a 6,51% em 2002, de acordo com o levantamento, contra previsão de 6,43% na semana passada.O mercado manteve a previsão do IPCA de agosto (0,65%), mas aumentou as estimativas de setembro (de 0,40% para 0,43%) e de 2003 (de 4,95% para 5%).As instituições continuam revelando também pouco entusiasmo com o ritmo de crescimento da economia. Para o mercado financeiro, o PIB deve aumentar apenas 1,49% em 2002 (1,50% anteriormente). Para 2003, a aposta continuou em 3%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.