Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Mercado vira e Brasil registra saída de dólares

US$ 306 milhões deixaram o País entre 19 e 23 de março, mas o mês ainda acumula entrada é de US$ 5,31 bi

FERNANDO NAKAGAWA / BRASÍLIA, O Estado de S.Paulo

29 de março de 2012 | 03h10

O fluxo de dólares no Brasil reduziu o ritmo na semana passada. Após a forte entrada de recursos no início do mês, US$ 306 milhões deixaram o Brasil entre os dias 19 e 23. Dados apresentados ontem pelo Banco Central mostram, contudo, que o País acumula entrada de US$ 5,31 bilhões em março, até a última sexta-feira.

Na semana passada, a saída de recursos ocorreu exclusivamente pela via comercial, onde são registradas todas as transferências para pagar contas do comércio exterior. Por essa via, US$ 328 milhões saíram do Brasil entre os dias 19 e 23. No acumulado do mês, porém, a conta segue positiva em US$ 4,73 bilhões.

Na conta financeira, onde são registradas movimentações para compra e venda de ações, remessas de lucros e empréstimos, entre outras, entraram US$ 22 milhões na semana passada e o mês acumula US$ 583 milhões de saldo positivo.

A saída de dólares na semana passada ocorre em meio a uma mudança no perfil do crédito para o comércio exterior. Após medida do BC anunciada no início do mês que restringe um dos financiamentos mais comuns nesse segmento - o Pagamento Antecipado (PA) -, empresas exportadoras passaram a tomar crédito por outros mecanismos.

Em março, até sexta-feira, a média diária de crédito via PA caiu 25,9% na comparação com fevereiro, para o menor nível dos últimos 12 meses: US$ 136,8 milhões. Como consequência, exportadores correram para outra operação: o Adiantamento sobre Contratos de Câmbio (ACC), cuja média diária saltou 52,3%, para US$ 260,04 milhões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.