Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Mercados asiáticos fecham em alta puxados por petróleo e Fed

A maior parte das bolsas de valores daÁsia fechou em alta nesta quinta-feira, com ações depetrolíferas avançando depois que o petróleo se firmou próximoao novo valor recorde, acima de 80 dólares o barril, enquantoexpectativas de corte na taxa de juro dos Estados Unidosdeixaram o dólar próximo do menor nível histórico contra oeuro. A bolsa de Tóquio fechou em alta de 0,15 por cento, a15.821 pontos, eliminando parte das perdas de quarta-feira quetinham sido provocadas pela renúncia do premiê Shinzo Abe. O índice MSCI que mede a movimentação dos mercadosacionários na região Ásia-Pacífico com exceção do Japão operavaem alta de 0,63 por cento, a 483,94 pontos, superando maiornível das últimas seis semanas. O indicador já avançou cerca de 20 por cento desde o tombode 17 de agosto e está apenas 5 por cento abaixo do recorde dealta definido em 24 de julho. Analistas disseram que as ações no Japão avançaram pois areação dos mercados internacionais à renúncia de Abe foilimitada, mas a incerteza política gerada pela sucessão devemanter as ações pressionadas. "É possível que os investidores internacionais eviteminvestir em ações japonesas como resultado", disse oestrategista do Barclays Capital, Masuhisa Kobayashi. O petróleo nos Estados Unidos registrou preço de 80,18dólares o barril com investidores de olho em estoques do país epotenciais interrupções de fornecimento por causa de umatempestade no Golfo do México. O dólar operou perto do menor nível contra o euro eligeiramente acima do patamar mais baixo em 15 anos contra umacesta de moedas. Expectativas de um corte de até 0,5 ponto percentual nojuro dos EUA pelo Federal Reserve em 18 de setembro serviu parapressionar a moeda norte-americana. "O problema real é a economia dos EUA", disse LukeWaddington, diretor de câmbio do Royal Bank os Scotland emTóquio. Na Coréia do Sul, a bolsa de Seul fechou em alta de 1,9 porcento, a 1.848 pontos. Em Hong Kong, a bolsa encerrou valorizada em 0,93 porcento, a 24.537 pontos. A maior produtora de alumínio da China,Chalco, despencou quase 10 por cento com notícia de que a Alcoavendeu sua participação na companhia chinesa por cerca de 2bilhões de dólares. A bolsa de Xangai encerrou em alta de 1,95 por cento, a5.273 pontos. Taiwan recuou 1,01 por cento, para 8.927 pontos. A bolsa de Sydney subiu 0,17 por cento, para 6.320 pontos.Cingapura foi na contramão e caiu 0,05 por cento.

RIKA OTSUKA, REUTERS

13 de setembro de 2007 | 08h34

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAASIAFECHA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.