Mercados asiáticos fecham em queda e sob cautela

A maior parte das bolsas de valores da Ásia recuaram nesta sexta-feira, 16, em meio a temores de que o crescimento do mercado de crédito imobiliário de alto risco dos Estados Unidos possa desacelerar. Dados de inflação acima do esperado também afetaram os negócios e diminuíram expectativas de corte dos juros pelo Federal Reserve (Fed). Investidores, afetados por uma recente turbulência no mercado, operaram sob cautela à espera dos dados de preços ao consumidor dos Estados Unidos, produção industrial e expectativa do consumidor norte-americano, que serão divulgados ao longo do dia. Na quinta-feira, números mostraram fraqueza no setor manufatureiro norte-americano, fortalecendo preocupações de que o crescimento do país pode estagnar, mesmo com os preços aumentando. "O mercado se mantém focado na redução de riscos, ações e se a economia norte-americana irá desacelerar, e não em diferenciais de taxa de juro", disse Takehiko Jimbo, gerente de câmbio do Mitsubishi UFJ Trust and Banking no Japão. O ouro se fortaleceu, enquanto o petróleo estendeu perdas após recuar 1% na quinta-feira. O índice Nikkei, da bolsa de Tóquio, encerrou em queda de 0,7%, a 16.744 pontos, em meio a um desempenho modesto das ações nos Estados Unidos. Importantes instituições financeiras japoneses, como Sumitomo Mitsui Financial, Mitsui Trust Holdings e Mizuho Financial Group exibiram queda de 2,3% a 4%. Temores em relação a demanda norte-americana e um iene valorizado abateram ações de companhias exportadoras como a Honda Motor, que caiu 1,5%. Na Austrália, o índice S&P ASX 200 recuou 0,3%, conduzido por perdas no setor bancário. Em Hong Kong, o indicador Hang Seng recuou 0,08%. Apesar do mercado norte-americano ter encerrado em alta na véspera, investidores continuam cautelosos após o ex-chairman do Federal Reserve (Fed) Alan Greenspan alertar que os problemas com setor de crédito de alto risco para o segmento imobiliário podem se espalhar para o resto da economia. A Bolsa de Valores da Coréia do Sul exibiu leve alta de 0,07%, para 1.427 pontos. O índice de Taiwan avançou 0,31%, aos 7.719 pontos enquanto em Cingapura houve perdas de 0,84%, para 3.068 pontos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.