coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Mercados asiáticos registram queda generalizada

A bolsa sul-coreana fechou hoje em queda de 7,15%, aos 701,87 pontos, o pior resultado em seis meses. As notícias sobre irregularidades contábeis na WorldCom e a queda de faturamento da Micron Technology foram determinantes para que os investidores saíssem vendendo seus papéis. O mercado japonês sofreu retração de 4,02% (10.074,56 pontos, o resultado mais baixo desde 20 de fevereiro) também influenciado pelas informações sobre a situação das duas empresas. A queda nos principais índices do mercado norte-americano (Dow Jones: -1,67%; Nasdaq: -2,49%) afetou o humor do mercado taiuanês, que continua preocupado com a valorização da moeda local frente ao dólar, o que prejudica a competitividade dos produtos da ilha. O índice local encerrou o dia em baixa de 3,63%. Nas Filipinas, a performance de Wall Street e o escândalo WorldCom levaram às vendas que resultaram em queda de 2,79%. No intervalo dos negócios, as demais bolsas do sudeste asiático registravam: Hong Kong: -2,39%; Indonésia: -0,82%; Malásia: -0,28%; Tailândia: -1,82% e Cingapura: -2,44%.

Agencia Estado,

26 de junho de 2002 | 05h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.